LINK ME


sábado, 19 de novembro de 2011

O que são Infecções Urinárias


 

As infecções urinárias podem atingir qualquer um dos órgãos do aparelho urinário

Dor e ardor ao urinar, necessidade de urinar mais frequentemente, em pequenas quantidades e por vezes com dificuldade, urgência miccional e urina turva e com um odor intenso, são os principais sintomas de uma infecção urinária na bexiga, também designada por cistite. No entanto, as infecções urinárias podem atingir qualquer um dos órgãos do apare­lho urinário, nomeadamente os rins, a uretra e no caso dos homens a próstata, embora “na maior parte dos casos o órgão mais afectado seja a bexiga”.

A Cistite é causada por bactérias que normalmente habitam no tubo digestivo

Mas se por norma não existem micróbios no interior do aparelho urinário, como é que eles aí podem surgir e multiplicar-se levando à infecção? “A cistite é causada por bactérias que normalmente habitam no tubo digestivo. Quando estas bactérias invadem o aparelho urinário o cor­po tem uma reacção que se traduz clinicamente nos sintomas associa­dos a esta patologia”.
A via da infecção mais frequente é a via ascendente. As bactérias existentes no recto, no ânus e na vagina, pene­tram ascendentemente no aparelho urinário através da uretra, apesar da normal existência de mecanismos de defesa de vária ordem.
Por isso é que é mais frequente o aparecimen­to de infecções urinárias nas mulheres. A anatomia feminina faculta menos defesas em relação à invasão bacteriana do que a masculina. Desde logo pelo comprimento e pela posição da uretra, que no caso da mulher é mais curta e verticalizada.
Além disso, a distância e o trajecto a vencer pelas bactérias na região pe­rineal é muito mais fácil na mulher. No caso dos homens, a próstata produz substâncias anti-bacterianas. A frequência das in­fecções urinárias também varia com a idade, havendo algumas doenças próprias da infância, nomeadamente malformações congénitas, que po­dem aumentar a sua frequência. As crianças também podem sofrer de infecções urinárias, mas nesse caso devemos encarar a situação como sendo muito grave até que se prove o contrário.

O Principal Sintoma de uma Infecção Urinária é a Febre

Os sintomas poderão ser parecidos com os que já descre­vi, mas muitas vezes o rim é atingido e o principal sintoma é a febre, que poderá ser um sintoma isolado. O importante é que perante a sus­peita dê uma infecção urinária a pessoa consulte de imediato o seu médico. Tra­tando-se de uma paciente jovem e sexualmente activa e perante um primeiro episódio de infecção típico, o mais aconselhável é o tra­tamento com antibióticos, sendo igualmente recomendado o aumen­to da ingestão hídrica, como chás e muita água, o esvaziamento urinário frequente e completo. uma boa higiene íntima e o evitar de situações de congestão pélvica.
Mas perante qualquer outra situação. nomeadamente a infecção na infância ou antes do início da vida sexual, a infecção urinária deve ser abordada com mais cautela. principalmente se ocorrer repetidamente. Importante será referir que a infecção urinária não é uma doença contagiosa e que após o início do tratamento deverá melhorar ao fim de 24 horas. Quan­do correctamente diagnosticada e tratada a cistite evolui para a cura sem sequelas e mesmo quando não é tratada também pode evoluir para a cura em 50 a 80 por cento dos casos, no entanto, não é de todo aconselhável esperar para ver. Para além dos sintomas serem grave­mente limitativos, algumas cistites podem progredir atingindo os rins (pielonefrite). Esta é uma situação mais grave, que em circunstâncias extremas pode induzir o choque séptico, uma situação rara e vulgar­mente associada a outros factores que complicam a doença.

Existem alguns factores de risco que podem desencadear uma Infecção Urinária

Não existindo uma profilaxia propriamente dita para a doença existem alguns factores de risco que podem desencadear o seu aparecimento, sendo que alguns podem corrigir-se e outros não. Há pessoas com maior propensão genética para ter infecções e isso não tem correcção, mas o uso de preservativos ou de espermicidas, por exemplo, é um factor de risco que pode ser evitado. Além disso, no caso das mulheres em pós­-menopausa a falta de estrogénios locais também é um risco e é cor­rigível, da mesma forma que a in­continência urinária e a existência de prolapso pélvico também acar­retam riscos para infecção que se podem facilmente corrigir.

Remédios caseiros para as hemorróidas


As hemorróidas  são um problema de saúde muito comum em todo o mundo, no entanto, a maioria das pessoas recusam admitir publicamente que sofrem desta patologia. Podemos encontrar muitos remédios para as hemorróidas na farmácia mais próxima de nós, que ajudam a controlar e diminuir o prurido, sangramento e dores provocadas pelas hemorróidas, mas também existem alguns tratamentos naturais para as hemorróidas que muitas das vezes são mais eficazes do que os remédios produzidos em laboratório.

remedios-caseiros-tratamentos-naturais-hemorroidas-2
Hemorróida prolapsada

O que são as hemorróidas?

As hemorróides são a dilatação das veias no interior e à volta do ânus, esta dilatação causa dor, prurido e sangramento. Podemos encontrar 2 tipos de hemorróidas: as internas e as externas. As hemorróidas internas são as que se desenvolvem dentro do ânus, estas são as mais comuns e estão presentes em quase todas as pessoas, no entanto não produzem dor e raramente sangram. As hemorróidas externas são muito dolorosas e sangram com mais frequência. Estes dois tipos de hemorróidas podem transformar-se numa hemorróida prolapsada, uma saliência de tecido mole que cresce para o exterior do ânus.
remedios-caseiros-tratamentos-naturais-hemorroidas
Exemplo de hemorróidas internas e externas

Remédios caseiros e tratamentos naturais para curar hemorróidas

As hemorróidas não requerem de cuidados médicos urgentes. Se notar sangue nas fezes  de cor vermelho-vivo  pode começar a fazer um tratamentos caseiro para as hemorróidas. Consulte um médico se a hemorragia rectal for significativa, se sofre de incontinência rectal persistente ou se a dor se intensificar subitamente. Se notar sangue escuro ou se as suas fezes parecerem negras dirija-se rapidamente ao seu médico, pois pode ser sintoma de hemorragia intestinal grave. Algumas doenças podem apresentar sintomas parecidas aos das hemorróidas.

Tratamento natural para as hemorróidas usando gelo

Encha um saco de plástico com gelo, embrulhe-o num pano fino e sente-se sobre ele. Também poderá usar um saco de ervilhas congeladas embrulhadas num pano, as ervilhas são mais fáceis de moldar ao corpo  e será mais confortável.  Aplique o frio um máximo de 20 minutos, as vezes que forem necessárias, mas em intervalos de 10 minutos entre aplicações do gelo nas hemorróidas. O frio contrai os vasos que estão dilatados, proporcionando alivio da dor.

Tratamento caseiro para as  hemorróidas usando Aloe Vera

Aplique gel de Aloe Vera nas hemorróidas depois de tomar banho e sempre que defecar.

Tratamento caseiro para as  hemorróidas usando Vick Vaporub

Aplique  um pouco de vick vaporub nas hemorróidas antes de ir dormir. O vick vaporub é um bom remédio caseiro para as hemorróidas, mas é pouco conhecido entre os doentes. Há quem constate um desaparecimento das suas hemorróidas ao aplicar o vick vaporub em redor da região do ânus. Atenção, pode existir risco de irritação ou ardor, experimente com cuidado para ver se faz efeito no seu caso.

Tratamento Natural para Infecções Vaginais



Sente algum mau cheiro na vagina ou alteração do corrimento vaginal? Provavelmente sofre de alguma infecção vaginal. A infecção vaginal ou vaginite bacteriana não é uma doença sexual, é sim uma irritação da vagina que pode ser causada por relações sexuais. A vaginite também pode ocorrer entre lésbicas através da troca de fluidos vaginais. Muitas pessoas tendem a confundir esta doença com uma infecção urinária.

Sintomas de uma Infecção Vaginal

  • Mudanças na  cor do corrimento vaginal.
  • Corrimento vaginal com mau cheiro.
  • Comichão ou irritação na vagina.
  • Quando vai urinar sente dor, ardor ou mau cheiro na vagina.
  • Pequenos  sangrentos da vagina.
  • Sente, após as relações sexuais, mau cheiro na vagina e vê um  corrimento branco acinzentado da vagina.
A Infecção vaginal pode causar mau cheiro na vagina

Causas das Infecções Vaginais

A principal causa das Infecções Vaginais é um crescimento excessivo de bactérias anaeróbias do organismo. Geralmente, no corrimento de uma vagina saudável, há mais bactérias “boas” do que bactérias  “ruins” como o trichomonas vaginalis, a Gardnerella vaginalis e Mobiluncus.  Quando aumenta o número de bactérias “ruins” na vagina, elas perturbarão o equilíbrio natural dos fluidos da vagina que provocam o corrimento com mau cheiro, estes desequilíbrios podem ser causados por diversos motivos, tais como:
  • Relações sexuais de curta duração que leva a um aumento do pH vaginal e resulta em crescimento de bactérias, como por exemplo a gardnerella.
  • Humidade (por longo período de tempo) na área vaginal causada por roupas sintéticas, que pode aumentar o corrimento vaginal.
  • Uso de produtos químicos que podem causar  irritação da vagina.
  • Uso de antibióticos, que perturbam o equilíbrio do ambiente de bactérias na vagina.
Deixamos aqui alguns dos melhores tratamentos caseiros e naturais para as infecções na vagina, alterações na cor do corrimento vaginal e cheiros na vagina. Esta lista estará em constante atualização.
  • Comer iogurte natural ou aplicar directamente na vagina. Alternativamente, um tampão embebido em iogurte pode ser inserido. Tem-se mostrado como um dos melhores remédios caseiros para o corrimento com cheiro.
  • Comer 1 ou 2 dentes de alho por dia. O alho tem propriedades anti-bacterianas e anti-fúngicas,

Propriedades da Aloe Vera ou Babosa



 

Aloe Vera ou Babosa: o milagre na medicina natural e remédios caseiros

Na maior parte do mundo é conhecida como “Aloe Vera” mas nos países lusófonos é mais conhecida como “Babosa” e nos países hispânicos como “Sabila”. Etimologicamente a palavra aloe  provem do hebreu “alloeh” que significa “substância brilhante e amarga” e a palavra vera tem como origem o latim e significa “verdade”.
 
Os efeitos medicinais da babosa ou aloe vera são conhecidos desde o tempo dos egípcios e foi documentado em hieróglifos e papiros. Os sacerdotes e alquimistas egípcios usavam a babosa em poções medicinais e para o embalsamento das múmias. Esta civilização que é considerada  como percursora  da medicina tradicional, conhecia muito bem as qualidades medicinais da babosa.
Aos poucos os remédios naturais com babosa foram-se estendendo a o resto das culturas, especialmente na Amazônia onde os aborígenes cultivavam a planta. Nos países ocidentais, depois de durante séculos ter estado relegada para um segundo plano, volta a ressurgir graças ao BOOM dos tratamentos da medicina alternativa. 
 Aloe-vera-babosa-remedio-caseiro-tramento-natural

Composição da Aloe Vera ou Babosa

A Babosa tem na sua polpa a maior parte das suas propriedades medicinais, a polpa é gelatinosa e ´de de onde se retira o famoso Gel de Aloe Vera. Esta planta  é composta por  mais de 160 elementos, entre os quais monossacáridos, polissacáridos, enzimas (amilase oxidase, catalase, e lipase)  mais de 20 minerais tais como cálcio, magnésio, cobre, sódio, ferro, potássio, e zinco; contém 18 dos 22 aminoácidos que estão presentes no corpo humano e vitaminas do grupo B ( B1, B2, B3, B6 ) que atuam na hidratação da pele e no sistema nervoso.

Benefícios  da Aloe Vera ou Babosa

  • A Babosa fortalece o sistema imunitário, já que contém acemannam que é um polissacarídeo que atua como um potente estimulador de glóbulos brancos que lutam contra as bactérias.
  • A planta de Aloe Vera tem uma grande capacidade de regenerar células do corpo. è eficaz em todos os tipos de ferimentos externos ( na pele ) ou internos ( úlceras de estômago, por exemplo )
  • Esta planta medicinal contém ácido acetilsalicílico que contribui para reduzir a dor e inflamação. Por tanto tratamentos com Aloe Vera é altamente recomendado em doentes com artrite,  reumatoide e com tendinites.
  • A Babosa também pode ser usada para rejuvenescer. Quando aplicada na pele aumenta a produção de células fibroplásticas  que estão na derme que são as responsáveis pela formação do colágeno, para além de aportar proteínas que ajudam a manter a pele lisa e flexível. Por tanto a aloe vera é um excelente 
  • A planta de Aloe Vera também pode ter um efeito de coagulante;
Aloe-vera-babosa-3-remedio-caseiro-tramento-natural

Aloe Vera ou Babosa na gastronomia

A babosa contém, mais de 80 componentes nutricionais, minerais, aminoácidos  e vitaminas, por esta razão pode ter um papel muito importante como complemento nutricional.  Na cultura da china, a planta Aloe Vera faz parte da ementa do povo, habitualmente é consumida cozida; os suíços foram os primeiros a comercializar iogurte de aloe vera. Lentamente, a babosa, esta a ser introduzida  na cozinha dos ocidentais.
O gel de aloe vera pode ser utilizado para preparar sumos e chás. Com uma pequena quantidade misturada em um sumo ou chá pode-se obter grandes benefícios.

Calcule a necessidade diária de calorias


665 + ( 9,6 x peso em kg.) + (1,7 X altura em cm) – (4,7 X idade em anos)= necessidade diária de calorias.

OBS: Pessoas sedentárias: acrescente 30% no resultado.

Pratica atividade física moderada: acrescente 50%

Pratica atividade física intensa: acrescente 100%

OBS: O cálculo é somente para se ter uma noção da quantidade de calorias a serem ingeridas diariamente para que o organismo funcione bem e com saúde

VISITE - vale a pena ...

Procure a Paz em si

Procure a Paz em si

Mulher é única

Mulher é única

Madura e sensual

Madura e sensual
sempre

A romântica

A romântica

Seguir

Pesquisar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | ewa network review