LINK ME


sábado, 3 de março de 2012

Obesidade - A vida secreta da célula de gordura


Os cientistas pensavam que a gordura corporal e as células que a constituíam eram inertes, como se fossem um compartimento de armazenamento.


Com o passar das décadas as pesquisas têm demonstrado que as células gordurosas agem como fábricas químicas e que a gordura corporal é uma potente substância: um tecido altamente ativo que secreta hormônios e outras substâncias com efeitos profundos e às vezes perigosos ao metabolismo.

Recentemente, os biologistas começaram a chamar a gordura de um “órgão endócrino”, comparando-a com glândulas como a tireóide e hipófise,também liberando seus hormônios diretamente na circulação sanguínea.

Porém existe uma importante diferença. Estas glândulas não podem proliferar e crescer como as células de gordura, que possuem aparentemente uma infinita capacidade de proliferação. Gordura corporal em excesso pode agir como um veneno, liberando substâncias que contribuem para a diabetes, doença cardíaca, hipertensão, derrame e outras doenças, incluindo alguns tipos de câncer.

Os pesquisadores tentam decifrar a biologia da célula gordurosa na esperança de encontrar caminhos que auxiliem as pessoas eliminar o excesso de gordura ou, no mínimo, prevenir que a obesidade destrua sua saúde. Em um mundo progressivamente obeso, estes esforços são de altíssima importância.

No Estados Unidos, 65 % dos adultos são obesos, comparados com 56% de 10 anos atrás, e pesquisas do governo culpam a obesidade por pelo menos 300.000 mortes a cada ano. Em adição, 50% das crianças acima de 6 anos estão acima do peso, 3 vezes mais as porcentagens de 1980.

Leptina

O reconhecimento de que as células de gordura estão longe de serem inertes apareceu em 1995 com a descoberta da leptina, hormônio que sinaliza ao cérebro quanto de gordura o corpo possui, desta forma o cérebro pode ajustar a ingesta alimentar e o metabolismo permitindo que o armazenamento de gordura seja mantido em certos níveis. Quanto maior a quantidade de gordura que a pessoa possui, maior será o nível de leptina.

Embora inicialmente os pesquisadores pensassem que a leptina poderia ser utilizada para o tratamento da obesidade, eles rapidamente descobriram que a maioria dos obesos é resistente aos efeitos da leptina.

“A descoberta da leptina estabeleceu o eixo de comunicação gordura-cérebro”, diz o pesquisador Dr. Sherer (professor de biologia celular e medicina do Colégio de Medicina Albert Einstein em Nova York.). ”Este foi o primeiro exemplo de um hormônio sendo liberado pelos adipócitos”.
Adipócitos produzem hormônios

O tecido adiposo é crivado de células do sistema imune chamadas de macrófagos, as quais liberam substancias que causam inflamação, e hoje se pensa que estas substâncias possuem um papel importante nas doenças cardíacas.As células gordurosas produzem hormônios adicionais que afetam a sensibilidade do corpo a insulina e estão altamente ligadas ao desenvolvimento da diabetes tipo 2.


Resistência a Insulina

A insulina auxilia a glicose a 'entrar' nas células, mas cerca de metade das pessoas obesas se tornam resistente a insulina, o que significa que suas células não respondem a insulina. Quanto mais peso elas ganham, mais resistente à insulina elas se tornam.

A resistência a insulina é a primeira etapa no desenvolvimento da diabetes e freqüentemente é acompanhada por pressão sanguínea elevada e altos níveis de gordura e açúcar no sangue.

Uma das moléculas mais importantes fabricadas pelas células adiposas é um hormônio chamado de adiponectina, que faz com que o corpo se torne mais sensível a insulina. Quando a pessoa se torna obesa, suas células gordurosas fabricam menos adiponectina, o porque disto ainda não está claro. Baixos níveis de adiponectina estão associados com diabetes e doença cardíaca. Dr.Scherer diz que os cientistas estão estudando este hormônio para descobrir se a sua administração a pessoas poderá ajudar a prevenir ou tratar a diabetes.

Outra molécula fabricada pelas células gordurosas é a resistina, que faz com que o organismo seja mais resistente a insulina, mas têm sido estudada basicamente em camundongos, e sua importância em humanos não é ainda bem conhecida, diz o Dr.Scherer.

Um adulto magro possui cerca de 40 bilhões de células gordurosas, uma pessoa obesa possui cerca de duas a três vezes este número, e obesos possuem células gordurosas maiores do que as pessoas magras.

O corpo é capaz de fabricar mais destas células e comparando-as com outras células, estas possuem uma vida extremamente longa.


Células de gordura se reproduzem

Como se acreditava no passado, não é verdade que a quota de células adiposas de uma pessoa é fixada para sempre em algum momento da adolescência. Se a pessoa continua comendo em excesso, as células gordurosas existentes aumentam de volume até certo limite tamanho. Quando atingem esse limite, não se dividem, ao invés disto, enviam sinais para que as células imaturas mais próximas comecem a se dividir produzindo assim mais células gordurosas.

Mesmo um abdômen com gordura moderada - um abdômen protuberante em uma pessoa diferentemente magricela – podem aumentar o risco de hipertensão, diabetes e doença cardíaca. Pessoas magras ou fora do peso que estão na verdade sob o risco da gordura abdominal podem ser falsamente tranqüilizadas por terem leitura normal de um medidor de obesidade muito comum, o índice de massa corporal, ou I.M.C. O problema é que este índice, baseia-se na altura e no peso, e não leva em conta a forma do corpo.

“Nós gostaríamos de eliminar a idéia de que o I.M.C. é o melhor indicador de risco,” disse o Dr. Osama Hamdy, diretor da clinica de obesidade no Joslin Diabetes Clinic, em Boston. Ele diz que a medida da cintura é melhor prognóstico, com uma zona de perigo em torno de algo maior do que 102 cm para os homens e 88.9 cm para as mulheres. do Colégio de Medicina Albert Einstein em Nova York.). ”Este foi o primeiro exemplo de um hormônio sendo liberado pelos adipócitos”.
 
Fonte: Adaptado do The New York Times
*As informações aqui disponíveis não substituem o aconselhamento profissional.

Vinagre de maçã...


VINAGRE DE MAÇÃ
PODERES E VIRTUDES
O conhecimento dos poderes curativos provenientes do uso do vinagre vem desde os tempos mais remotos até o reconhecimento científico dos nossos dias.
O vinagre tem a virtude de lutar contra a maioria das doenças e um poder incalculável de combater o envelhecimento. Ajuda no tratamento de mais de 300 doenças. Contêm mais de 30 elementos nutritivos importantes, como minerais, vitaminas, ácidos essenciais e vários tais como a pectina, que é boa para o coração. Igualmente encontra-se no vinagre ferro, vitamina B 12 e o ácido fólico, que são bons no combate à anemia.

Hipócrates, o pai da Medicina, costumava tratar seus pacientes com esta bebida.

Além de tempero para salada, o vinagre de maçã apresenta benefícios para a saúde e para a estética, pois sua ação digestiva contribui para a eliminação de gordura do corpo, de forma a ser considerado redutor de peso e de celulite.

VINAGRE PARA EMAGRECER

Vinagre de maçã ajuda a baixar o ponto IG, a regular a absorção dos açúcares, diminuindo a sensação de fome e o armazenamento de gorduras.

“É preciso comer para viver e não viver para comer” escreveu Cícero, o grande orador romano, há mais de 2000 anos.

Dica:
Beba, antes das principais refeições, um copo de água morna com uma colher (café) de vinagre de maçã. Aos poucos seu apetite passará a ser moderado, diminuindo a gordura excessiva.

VINAGRE NA ESTÉTICA

O vinagre de maçã é muito usado no cuidado com a pele, principalmente em certas afecções, devido ao fato de seu pH ser o mesmo de uma pele saudável.

PARA CRAVOS E ESPINHAS

Prepare uma pasta com 3 morangos e ¼ de copo de vinagre de maçã.
Misture e deixe descansar por duas horas. Aplique sobre o rosto e durma com ela.
Pela manhã, lave com água morna.
Faça 3 aplicações por semana. Em breve você se livrará das espinhas e cravos. Este tratamento também conserva a pele macia e saudável, retardando o envelhecimento.

VINAGRE CONTRA DIVERSOS MALES

ATENÇÃO
As dicas e receitas não são prescrições médicas, e sim, meramente informativas da utilização popular do vinagre de maçã.


ANEMIA
Para combatê-la o vinagre dispõe de uma extensa lista de elementos nutritivos.

ARTRITE
Para amenizar as dores misture 1 colher (café) de mel e 1 colher (café) de vinagre de maçã em 1 copo com água. Beba a mistura pela manhã e à noite.

ASMA
Coloque gazes umedecidas com vinagre de maçã no lado interno dos pulsos, prendendo-as com um elástico.
CÃIMBRAS
Tomar durante as refeições, 1 copo de água misturado com 1 colher (sobremesa) de vinagre de maçã, diariamente.

COLESTEROL
O vinagre de maçã contém uma fibra, a pectina, que percorre o organismo levando consigo o colesterol.

DOR DE GARGANTA
Faça uma mistura de vinagre de maçã e mel meio a meio e beba 1 colher (sopa) a cada 2 horas. Faça gargarejos com uma mistura de 1 copo de água morna e 1 colher (sopa) de vinagre de maçã.

DOR DE ESTÔMAGO
Beba, aos poucos, 1 colher de água morna contendo 1 colher (sopa) de mel e 1 colher (sopa) de vinagre de maçã. Este procedimento além de amenizar as dores de estômago alivia o mal estar causado por gases.

FLATULÊNCIA (GASES)
Sempre que for cozinhar feijão e outras leguminosas coloque na panela do cozimento um pouco de vinagre de maçã. É o bastante para evitar os gases.

HIPERTENSÃO ARTERIAL (PRESSÃO ALTA)
Para tratá-la é indicado o uso do potássio. O vinagre de maçã, assim como a banana, é rico em potássio, devendo, portanto, ser utilizado no combate à doença. Deve-se tomar de 1 a 3 colheres de chá de vinagre de maçã em um copo com água. Beba como remédio no meio das refeições até obter resultado.

MAL DE ALZHEIMER
Um tratamento à base de vitamina B 12 e vinagre de maçã revelou-se benéfico em pesquisas, restabelecendo a grande maioria dos pacientes.

GRIPES E VIROSES
Deve-se tomar de 1 a 3 colheres (chá) de vinagre de maçã em 1 copo com água. Beba como remédio entre as refeições até obter resultado.

MÚSCULOS CANSADOS
Envolva o local com uma bandagem embebida em vinagre de maçã. Mantenha a compressa por 3 a 5 minutos no local ou durante o tempo que achar necessário.

PROBLEMAS URINÁRIOS
Para prevenir os riscos de infecções nos rins ou bexiga tome, diariamente, uma pequena dose de vinagre de maçã. Ele mantém a acidez necessária nas vias urinárias, diminuindo assim os riscos de infecções.

REUMATISMO
O reumatismo, assim como as cãibras e a artrite, é caracterizado também pela falta de potássio. O vinagre de maçã, por conter potássio, pode aliviar as dores do reumatismo, caso seja ingerido diariamente.

TOSSE NOTURNA
Umedeça a fronha do travesseiro em que irá dormir com vinagre de maçã.

ÚLCERAS
Estudos publicados em um jornal de farmacologia japonesa indicam que o vinagre de maçã pode prevenir a úlcera gástrica causada pelo consumo excessivo de álcool, isto porque o vinagre força o estômago a secretar mais suco gástrico. Esta defesa natural parece proteger o estômago contra os efeitos nocivos do álcool. Deve-se tomar de 1 a 3 colheres (chá) de vinagre de maçã em 1 copo com água. Beba como remédio entre as refeições até obter resultado.

LABIRINTITE
Tomar ½ copo de água morna e 1 colher (café) de vinagre de maçã, em jejum.

VINAGRE NO PREPARO DE ALIMENTOS

· O bolo de chocolate ficará úmido se acrescentarmos 1 colher (chá) de vinagre de maçã ao bicarbonato estipulado na receita (o fermento).

· Para o arroz ficar bem soltinho coloque 1 colher de vinagre na água do arroz na hora do cozimento.

· As massas fritas não ficam gordurosas se for acrescentada a elas (durante o preparo) 1 colher (sopa) de vinagre de maçã.

· Poderoso antibactericida para deixar de molho os verdes, colocar 5 colheres de sopa em 2 copos de água mergulhar as folhas por 15 minutos.
TÔNICO DA VIDA LONGA:

PRESERVANDO A SAÚDE E MANTENDO A DISPOSIÇÃO

A sabedoria popular mostra que é nas coisas simples que encontramos verdadeiras riquezas. Para começar, não há nada mais simples que esta receita de vida. Trata-se de um tônico que vai ajudá-lo a permanecer disposto até a velhice.

· 1 copo de água destilada

· 1 colher (sopa) de vinagre de maçã

· 1 colher (sopa) de mel

Misture bem. Tome este tônico ½ hora antes de cada refeição.

ATENÇÃO
Exclua o mel em caso de diabetes.

Calcule a necessidade diária de calorias


665 + ( 9,6 x peso em kg.) + (1,7 X altura em cm) – (4,7 X idade em anos)= necessidade diária de calorias.

OBS: Pessoas sedentárias: acrescente 30% no resultado.

Pratica atividade física moderada: acrescente 50%

Pratica atividade física intensa: acrescente 100%

OBS: O cálculo é somente para se ter uma noção da quantidade de calorias a serem ingeridas diariamente para que o organismo funcione bem e com saúde

VISITE - vale a pena ...

Procure a Paz em si

Procure a Paz em si

Mulher é única

Mulher é única

Madura e sensual

Madura e sensual
sempre

A romântica

A romântica

Seguir

Pesquisar

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | ewa network review